Barra de Pesquisa

terça-feira, 22 de outubro de 2019

Orgulho lagopedrense: Maranhense Sande Moraes entra para a Confederação Brasileira de Ciências Letras e Artes do Brasil, evento aconteceu no Rio de janeiro


Sande Moraes, maranhense, natural da cidade de Lago da Pedra é reconhecida nacionalmente pelo trabalho e talento que exerce como escritora e poeta. 

Aos 09 anos de idade escreveu seu primeiro verso, daí então, a descoberta de um talento que despertou a paixão pela comunicação.

 Foi professora, e pioneira na comunicação do Rádio e TV na cidade de Lago da Pedra, onde nasceu, escrever, sempre esteve presente no seu dia a dia “Escrever é como o oxigênio...a poesia é o raio-X dos meus sentimentos, tristes ou alegres. Escrever... me realiza!” – afirmou a Sande Moraes. 

Já sendo acadêmica da ADLA _ Academia de Letras e Artes de Florianópolis, Sande Moraes agora, foi reconhecida nacionalmente assumindo a cadeira de nº 60 da CONCLAB – Confederação Brasileira de Ciências Letras e Artes do Brasil onde assumiu a cadeira de nº 60 como Acadêmica Titular Fundadora.

 O evento aconteceu na última sexta-feira(18), na sede da Confederação no Rio de Janeiro.

 “Fazer parte de uma academia de letras, acredito que seja o sonho de todo escritor, para mim, representa reconhecimento e valorização, sou muito grata à Dra Carmen Cella pela indicação, ao Príncipe Dom Alexander Comnène Palaiologos Presidente da CONCLAB, aos demais Confrades e Confreiras pela acolhida.” – agradece Sande Moraes. 

Em produção; estão algumas obras de Sande Moraes, entre elas “O Barro em que fui feita”, um livro que mistura poesia e histórias da sua terra natal.


“Carrego comigo o amor patriota pela minha terra natal, sempre que posso estou retornando a Lago da Pedra, onde estão as minhas raízes e que estão presentes na minha poesias.” - disse sande Moraes ao Blog do Vilmar Ferreira.










Sande Moraes; Lago da Pedra se orgulha de você! Parabéns !!!


Nenhum comentário:

Postar um comentário