Barra de Pesquisa

segunda-feira, 30 de setembro de 2019

Homem mata esposa e em seguida se suicida em Fortuna no Maranhão


Francisco Erisvaldo entrou na casa de Darlene e imediatamente fechou todas as portas. Pouco tempo depois, os vizinhos ouviram os gritos de Darlene pedindo socorro, logo em seguida ouviram estampidos de vários tiros. A polícia foi acionada e, ao chegar ao local, arrebentou uma das portas da casa, encontrando logo em seguida o corpo da professora.

A vítima estava caída na cozinha com tiros no ouvido e na região do tórax. “Cabelo” encontrava-se caído em um dos quartos da residência, com dois tiros no abdômen e outro no ouvido. A arma do crime, um revólver calibre 38, foi encontrada próximo ao seu corpo juntamente com várias munições.

O casal vinha de um relacionamento conturbado e estava separado havia dois meses. Erisvaldo, muito possessivo e ciumento, não aceitava o fim relacionamento e insistia em reatar as relações com Darlene, que não aceitava mais conviver com ele. Por conta de suas insistências e supostas ameaças, ela procurou a Justiça.

Foi concedida medida protetiva, mantendo Erisvaldo afastado para que ela tivesse mais segurança. No entanto, mesmo com a decisão judicial, ela continuou a ser ameaçada pelo ex-companheiro, mas ignorou e não comunicou às autoridades.

Fonte: Neto Ferreira

sexta-feira, 27 de setembro de 2019

Conheça os candidatos que concorrem ao cargo de conselheiros tutelar de Lago da Pedra - MA.


Fique Ligado: Eleições para a escolha dos novos membros do Conselho Tutelar é dia 6 de outubro.

O Conselho Tutelar, na definição do ECA – Estatuto da Criança e do Adolescente, é “órgão autônomo, não-jurisdicional, encarregado de zelar pelo cumprimento dos direitos da criança e do adolescente”.

Portanto, o conselheiro tutelar, tem a função de fiscalizar que os direitos das crianças e adolescentes no município, estejam assegurados e sejam efetivos nos poderes públicos, na sociedade e no núcleo familiar.


Por isso, o Conselho Tutelar tem autonomia funcional, quer dizer, a realização de suas finalidades, não depende de autorização de qualquer autoridade.

Diferente de outros conselhos municipais, como o da educação, saúde, dos direitos do idoso, de pessoas com deficiência, por exemplo, o conselheiro tutelar tem uma carga horária a cumprir, e por isso é remunerado. O candidato tem que se inscrever desde que cumpra a determinados requisitos: “reconhecida idoneidade moral”, “negativa de antecedentes criminais”, ter mais de 21 anos, ensino médio concluído e morar há pelo menos dois anos no município, entre outros. 

Depois disso tudo, deve demonstrar aptidão técnica, através de uma prova e, por fim, ser eleito em sufrágio universal.

Em Lago da Pedra são 12 candidatos para cinco vagas, sendo cinco para titulares e cinco para suplentes, com a remuneração de um salario e meio, por 40 horas semanais regulares “sem prejuízo do atendimento ininterrupto à população”, diz o edital do CMDCA – Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, órgão responsável pelo processo de escolha do Conselho Tutelar, quando abriu as inscrições para a seleção dos candidatos para um mandato de quatro anos, que inicia em janeiro próximo.

A eleição será no domingo, 06 de outubro, com urnas distribuídas exclusivamente nas escolas. E a campanha está nas ruas.

A população escolherá entre os 12 candidatos que atingiram ou superaram média na prova objetiva realizada sob a coordenação do CMDCA.

Os cinco candidatos mais votados serão os titulares, e com o mesmo critério os cinco suplentes. Os demais, como “reservas”, já que muitos conselheiros, pelas mais diversas razões, deixam a função durante o mandato.

Entre as funções do Conselho Tutelar, o Ministério Público apresenta um resumo bem objetivo:

(O que faz o Conselho Tutelar: a)

Atende queixas, reclamações, reivindicações e solicitações feitas pelas crianças, adolescentes, famílias, comunidades e cidadãos;

b) exerce as funções de escutar, orientar, aconselhar, encaminhar e acompanhar os casos;

c) aplica as medidas protetivas pertinentes a cada caso;

d) faz requisições de serviços necessários à efetivação do atendimento adequado de cada caso; e) contribui para o planejamento e a formulação de políticas e planos municipais de atendimento à criança, ao adolescente e às suas famílias.

(O que não faz e o que não é o Conselho Tutelar: a)
Não é uma entidade de atendimento direto (abrigo, internato etc.);
b) não assiste diretamente às crianças, aos adolescentes e às suas famílias;

c) não presta diretamente os serviços necessários à efetivação dos direitos da criança e do adolescente;

d) não substitui as funções dos programas de atendimento à criança e ao adolescente.

É possível perceber que o trabalho exige um preparo que vai além das cartilhas. Mais que a reconhecida idoneidade moral, a postura ética dos conselheiros, ao trabalhar e decidir em situações imensamente sensíveis também é um requisito incontornável.




Fonte: Blog do G-MIX

Ex-prefeito de Santa Inês, Valdivino Cabral Filho, é um nome forte para disputar a prefeitura em 2020


O ex-prefeito de Santa Inês - MA, Valdevino Cabral, se reuniu nesta quarta-feira (25) com lideranças políticas do Partido Liberal, no nosso estado comandado pelo deputado federal Josimar do Maranhãozinho.

O ex-prefeito de Santa Inês é mais um a aderir a “Onda Azul”, movimento político encabeçado pelo casal de deputados Josimar Maranhãozinho e Detinha, que, nos últimos dias, tem ganhando muitas adesões.

Cabral é nome forte para a disputa das eleições municipais de 2020.
Presentes ao encontro do ex-prefeito com o deputado federal Josimar, estavam o empresário João Rolim (Posto Magnólia), os deputados estaduais Leonardo Sá e Vinicius Louro, o vereador de São Luís Aldir Junior, vereadores de Santa Inês, prefeitos filiados ao PL e partidos aliados.

Fonte: blogdosergiomatias.com.br



quinta-feira, 26 de setembro de 2019

Moto-taxista picareta dedura passageira, após transportar mulher casada para motel


Imagem Ilustrativa

Numa cidade da região aconteceu uma história curiosa que está dando o que falar.

Uma mulher solicitou o serviço de mototáxi para levá-la a um determinado local. (Não vamos fornecer nomes neste post para evitar constrangimentos). O mototaxista atendeu ao chamado, conduziu a passageira e cobrou o preço normal da corrida. Depois de deixar a cliente, deu uma louca no mototaxista, ele saiu em disparada para delatar ao marido da passageira sobre o local em que deixou a esposa deste.

O marido estava em seu local de trabalho, o prédio da Prefeitura, quando foi abordado pelo mototaxista com a história cabeluda. O marido ficou "P" da vida e bateu no local onde a mulher estava, gerando a maior confusão. Lá, teve de tudo: discussão, gritaria, xingamentos, empurrões, ameaças e até a polícia foi acionada
O caso foi parar na Delegacia. No meio da baderna o marido revelou para a esposa que recebeu as informações do paradeiro dela pelo mototaxista que a levou.

A história que parece uma novela picante, não terminou em discussão. A mulher se revoltou com o mototaxista e ingressou com um processo judicial contra ele por danos morais.

O caso se encontra na justiça, o mototaxista agora está rodado e vai sair cara a sua delação. Essa semana mesmo houve uma audiência sobre o caso...

Que esse relato, passado por mototaxistas ao blog que não aceitam esse tipo de comportamento, sirva de lição para alguns irresponsáveis. 

A maioria dos mototaxistas, 99%, são profissionais que merecem respeito e principalmente confiança de seus clientes. Porém, cerca de 1% deles, são cruzetas. Esses estragam a imagem da categoria. 

Fonte: Blog do Carlinhos