Barra de Pesquisa

quinta-feira, 22 de agosto de 2019

Réu confesso: Homem mata padre a pauladas para roubar, em Imperatriz-Ma


O padre da Igreja Ortodoxa do Brasil, sediada em Imperatriz, Nilson Vieira da Silva, 78 anos, foi vítima de latrocínio (roubo seguido de morte), fato ocorrido sábado (17). O corpo do religioso, irmão do advogado Dr. Oziel Vieira, foi achado em sua casa, na Rua Gumercindo Milhomem, bairro Ouro Verde, periferia de Imperatriz. 

De acordo com o que foi diagnosticado pelo Instituto Médico Legal-IML, o padre Nilson Vieira da Silva, espancado, recebeu golpes na cabeça e face e sofreu traumatismo crânio encefálica, o que o levou à morte. O crime revoltou a população da região Tocantina.

Logo após ficarem sabendo do crime, policiais civis entraram em cena, iniciaram investigações e chegaram a um dos suspeitos do crime, que foi identificado por Wesley Lucas Costa Moreira, 22 anos, que confessou o crime, friamente, como se nada tivesse ocorrido.

Wesley foi autuado por latrocínio. O outro envolvido no crime, identificado apenas pelo prenome de Mateus, de 19 anos, está sendo caçado. Os dois, que teriam chegado ao local em uma motocicleta, subtraíram vários objetos da casa do padre, depois que o espancaram até a morte.

Wesley Lucas Costa Moreira já se encontra na Unidade Prisional de Ressocialização de Imperatriz à disposição da justiça. Latrocínio é considerado crime hediondo, é julgado pelo juízo singular e quem o comete pode pegar até 28 anos de cadeia, em regime fechado.

Por: Claudio Lima

Nenhum comentário:

Postar um comentário