Barra de Pesquisa

sexta-feira, 12 de julho de 2019

Novas informações sobre a tentativa de assalto a agência dos correios de Lago da Pedra nesta sexta-feira

Por volta das 11:30, dois indivíduos adentraram na agência dos correios da cidade, e anunciaram um assalto. Renderam os vigilantes, porém no momento da fuga as equipe da polícia militar e guarda municipal cercaram o local e logo começaram as negociações.

Em pouco tempo,  a dupla se rendera, foram presos e encaminhados para a delegacia para serem apresentados a autoridade policial. Os dois têm o nome de Mateus: Matheus de Jesus Furtado Serrão e Antônio Mateus da Silva Santos; um diz ser da cidade de colinas e outro da cidade de Pinheiro, ambas no maranhão.

Com a prisão dos acusados: foram liberados os clientes, funcionários e vigilantes da agência, que estavam sob o poder dos assaltantes servindo de reféns.
A polícia também recuperou:

Objeto recuperado: 09 Celulares, R$ 8.260,00 (encontrado na mochila de um dos conduzidos) R$ 453,00 (porta cédula de um dos acusados), uma Motocicleta Pop 110 cor preta, marca Honda s/ placa, chassi raspado, 01 colete tomado do vigilante e utilizado por um dos assaltantes durante a negociação e 04 revólveres contendo ao todo 19 munições, sendo:
01 revólver cal 38 n° E081615 (05 tiros), 01 revólver cal 38 n° IS32551 (05 tiros), 01 revólver cal 38 n° IS31685 (05 tiros) e 01 revólver cal 32 n° AA32727 (05 tiros).

ENTENDA O CASO:

Por volta das 11:30 do dia 12/07/2019, a polícia da cidade de Lago da Pedra, via central de rádio, foi informada que havia um assalto em andamento ocorrendo na agência dos correios de Lago da Pedra. Que a GU ao deslocar para o local informado encontrou um dos conduzidos na frente da agência sendo o mesmo abordado de imediato, momento em q foram encontradas duas armas na cintura do mesmo, que ao ser indagado quanto a localização dos demais comparsas o conduzido informou que havia apenas mais um indivíduo no interior da agência.

Ao observar o cerco formado após a chegada da segunda guarnição policial, o segundo conduzido tomou o colete de um dos vigilantes colocando-o junto ao corpo.

Após o completo isolamento do local foi iniciado o processo de negociação, momento em que o acusado liberou os clientes tomados de reféns, permanecendo somente os funcionários e vigilantes.

Passados aproximadamente 10 minutos do início da crise e percebendo o completo cerco policial, o conduzido pediu garantia de que sairia com vida daquela situação.

Após a confirmação do pleito solicitado, o acusado abraçou-se aos vigilantes e os três vagarosamente sairam do interior da agência. Neste momento o acusado jogou ao solo dois revólveres de que tinha posse e deitou-se juntamente com os reféns.

Os materiais foram encaminhados via b.o. e os conduzidos foram apresentados ilesos na DP pra lavratura do auto de prisão em flagrante.

FONTE:Guarnições:
VTR Cope
VTR auxiliar
GCM ROMU

Força e Honra


Nenhum comentário:

Postar um comentário