Barra de Pesquisa

quinta-feira, 7 de março de 2019

Professor fica preso após depor, suspeito pela a morte de um jovem na cidade de Lago do Junco - MA.

A vitima - 
De acordo com a postagem do repórter Mario Junior, em publicação em sua rede social(Facebook), o Crime que vitimou o jovem Antonio Carlos de 15 anos do povoado Cajazeiras na última noite de Carnaval na cidade do Junco - MA, foi na casa do Professor Adaílson de Oliveira. 

Nas primeiras informações repassada pelo professor, era ele que estava na folia do carnaval com o Antônio Carlos, em seguida os dois saíram para buscar uma bebida Ice na casa só professor, que fica próximo, e ao chegar lá, os dois foram surpreendidos por assaltantes que pediram dinheiro e celular; ainda segundo o professor, ele disse que não tinha e que no momento eles(assaltantes), mataram o Antonio Carlos e feriu ele, professor na mão, hora em que o mesmo correu e pulou o muro.

 A vitima e o local do crime
Como Antônio não conseguiu pular, foi morto com varias facadas. Essa foi a versão do professor, Para o Sgto Ruy da Polícia Militar de Lago do Junco.

 Adailsom foi encaminhado para Lago da Pedra para depor sobre o caso; nas investigações preliminares a história dele não foi muito convincente, pois a visita do investigador, um policial civil de Lago da Pedra concluiu que existem indícios de autoria, ou seja; ele é o principal suspeito.

O professor
Adailsom Oliveira tem 32 anos casado pai de dois filhos(Não biológico), e é um professor bastantes conhecido na cidade, ele se encontra preso em Lago da Pedra e vai ficar a disposição da justiça até que o caso seja elucidado.

 Já o jovem que tinha 15 anos, o Antonio Carlos Duarte, foi brutalmente assassinado com sinais de crueldade, e pelas informações, foram 21 facadas, uma paulada na cabeça e dois cortes no pescoço, um de cada lado.

 Um jovem com um futuro brilhante pela frente; deixa pais, irmãos e muitos amigos.

A vitima - Antonio Carlos
A família está sem entender, e quer que a justiça seja feita.
Essas são informações preliminares; não quer dizer, que  o professor seja o culpado pelo brutal assassinato.

Vamos esperar que a polícia investigativa, faça o seu trabalho, e que seja esclarecido, quem é, ou quem são os verdadeiros culpados pela morte de Antonio Carlos.



Qualquer parente, amigos, ou pessoas que queira se pronunciar, aqui temos garantido seu direito de resposta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário