Barra de Pesquisa

terça-feira, 16 de outubro de 2018

Videos fake News de Bolsonaro contra kit gay é tirado do ar a mando do TSE


247 - O ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) Carlos Horbach determinou na noite desta segunda-feira (15) a remoção de vídeos no Facebook e Youtube nos quais Jair Bolsonaro (PSL) inventa a existência de um inexistente "kit gay" que teria sido distribuído em escolas do país pelo MEC, por determinação de Haddad quando foi ministro da Educação. A decisão do TSE atendeu a pedido da campanha de Haddad.

De acordo com o ministro, o vídeo "gera desinformação no período eleitoral, com prejuízo ao debate político". "É igualmente notório o fato de que o projeto 'Escola sem Homofobia' não chegou a ser executado pelo Ministério da Educação, do que se conclui que não ensejou, de fato, a distribuição do material didático a ele relacionado", diz a decisão.

Advogados de Haddad pediram ao Tribunal a remoção de 42 links da internet relacionados ao tema, mas o ministro mandou retirar do ar apenas seis, nos quais Bolsonaro diz que o livro era distribuído. Para o ministro, os demais não tiveram sua "veracidade posta em xeque".

Nos vídeos, publicados na sua maioria em 2016 por apoiadores de Bolsonaro, o presidenciável fala em suposta inclusão da obra "Aparelho Sexual e Cia" dentro de material escolar contra a homofobia.

"Todo ele é uma coletânea de absurdos que estimula precocemente as crianças a se interessarem por sexo e no meu entender, isso é uma porta aberta para a pedofilia também", diz Bolsonaro. "O que o governo de Dilma Rousseff faz? Compra centenas de milhares desses livros e distribui para as escolas. É uma grana para os companheiros e fica pervertendo seus filhos em sala de aula", acrescentou em sua campanha mentirosa.

Fonte: Blog Bate Tuntum