Barra de Pesquisa

quinta-feira, 25 de janeiro de 2018

Flamengo é tetracampeão da Copa São Paulo de Juniores

Comemoração do gol do Flamengo. (Foto: Marcos Ribolli)
O Flamengo é tetracampeão da Copa São Paulo de Juniores. Nesta quinta-feira, feriado pelo aniversário da capital paulista, o time rubro-negro venceu a equipe tricolor por 1 a 0 com gol de Wendel, marcado aos três minutos do primeiro tempo. Depois, os cariocas mostraram força defensiva para parar o ótimo ataque adversário e fazer a festa na cidade rival.

Antes de a bola rolar, a torcida do Flamengo, ocupando o setor do Tobogã no Pacaembu, foi quem começou a fazer barulho, ainda durante o aquecimento dos goleiros rubro-negros. Os gritos dos flamenguistas acordaram o estádio tomado por tricolores, que responderam com vaias aos cariocas e estabeleceram um clima de pressão sobre os visitantes até o início do jogo.

Com o apito inicial, porém, a pressão cessou. Logo aos três minutos, Pepê cobrou escanteio da direita, a defesa não cortou na primeira trave, e Wendel testou firme no canto para inaugurar o marcador e colocar o Flamengo na frente. O gol foi uma redenção para o garoto, que vinha sendo criticado pelas atuações.

Na frente do placar, os jovens flamenguistas fizeram cera desde o início da decisão, atrasando a partida em cobranças de falta e tiro de meta. A única punição pelo atraso, porém, veio no segundo tempo, quando o goleiro Yago, e o meia Pepê receberam o cartão amarelo.

Em termos de organização tática, a vitória dos cariocas foi inquestionável. O técnico Mauricio Ferreira armou sua equipe com duas linhas de quatro bem postadas e apenas Lucas Silva e Fabrício Bill no campo de ataque.

Já André Jardine viu sua equipe desarrumada em campo, mantendo apenas a linha de quatro defensores, e com os outros atletas fazendo uma marcação quase individual. Assim, os únicos lampejos do Tricolor vieram pelo lado direito do ataque, com ótimos dribles de Helinho e boa movimentação de Igor Gomes.

O segundo tempo foi marcado pela supremacia do São Paulo em campo e a arbitragem pífia de Lucas Canetto Belotte. Além de ser conivente com a cera dos cariocas, o juiz ainda protagonizou um lance ridículo, quando precisou repetir uma jogada de bola ao chão por três vezes.

O Flamengo se aproveitou do nervosismo que tomou conta das duas equipes e conseguiu segurar o adversário – na cera, na falta e na bola, com uma ótima marcação. Quando a partida foi parada para hidratação dos atletas, aos 30 minutos, se resumia a isso: um ataque rápido e habilidoso contra uma defesa bem postada.

Nos minutos finais, mesmo empurrado pela torcida, o São Paulo deixou o nervosismo atrapalhar seus atletas e pecou em jogadas decisivas, como cobranças de falta e finalizações cara a cara com o goleiro Yago. O Flamengo mostrou cansaço e precisou abusar das faltas, mas segurou o time tricolor e ficou com o título.

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO 0 X 1 FLAMENGO
Local: Estádio Pacaembu, em São Paulo (SP)
Data: 25 de janeiro, quinta-feira
Horário: 10h00 (de Brasília)

Árbitro: Lucas Canetto Bellotte (SP)
Assistentes: Paulo de Souza Amaral e Enderson Emanoel Turbiani da Silva (SP)

Público: 30.794 pagantes
Renda: R$ 829.760,00

Cartões amarelos: Yago, Pepê, Theo e Hugo Moura (FLAMENGO)

GOL:

FLAMENGO: Wendel, aos três minutos do primeiro tempo
SÃO PAULO: Júnior; Tuta, Walce, Rodrigo e Bruno Dip (Gabriel Novaes); Luan, Liziero e Gabriel Sara (Fabinho); Igor, Toró (Oliveira) e Helinho (Antony)

Técnico: André Jardine

FLAMENGO: Yago; Bernardo (Patrick Valverde), Dantas, Patrick e Pablo (Luiz Henrique); Hugo Moura, Theo e Pepê (Aderlan); Lucas Silva, Wendel (Michael Rangel) e Bill (Yuri)
Técnico: Mauricio Ferreira


Fonte: Terra / Autor: Bruno Calió