Barra de Pesquisa

quarta-feira, 13 de setembro de 2017

Maranhense é preso na Tailândia com cerca de 100 cápsulas de cocaína no estomago

O acusado
O maranhense Paulo Henrique Pires do Nascimento, de 27 anos, foi preso, ontem, ao desembarcar no aeroporto de Bangkoc, capital da Tailândia, com cerca de 100 capsulas de cocaína no estômago, totalizando 1,3 kg da substância entorpecente. O país asiático é conhecido por sua leis rígidas contra o tráfico de drogas, que preveem, inclusive, pena de morte a réus condenados por esse crime.

Os aucusados
Paulo Henrique partiu de São Paulo rumo a Bangkoc em um voo com escala na Etiópia. Ele foi preso logo ao desembarcar, após ser submetido a um exame de raio-x, que detectou a droga em seu estômago.

Investigações preliminares dão conta de que ele foi contratado como mula (indivíduo que transporta droga em troca de compensação financeira) e entregaria a cocaína a outro brasileiro, em um hotel da capital tailandesa.
a, avaliada em cerca de 6,5 milhões de bats (R$ 605,5 mil).

Pena de morte

A droga 
Tal como acontece na maior parte do continente asiático, o sistema de justiça criminal da Tailândia trata duramente os infratores da legislação antidrogas. A produção e comercialização de drogas da Categoria 1, que também incluem a heroína, o MDMA – o principal componente químico dos comprimidos de ecstasy – e o LSD, são puníveis com a morte ou a prisão perpétua.


Fonte: O Estado do Maranhão