Barra de Pesquisa

terça-feira, 14 de março de 2017

Protesto - Manisfestantes interditam MA-245 em Lago da Pedra - MA.

Interditado
Agora é pra valer manifestantes interditaram a MA-245, estrada que liga as cidade de Lago da Pedra  a Lagoa Grande do Maranhão, cortaram a estrada na corrutela, local de chegada e saída, de quem vai ou vem para zona rural do município, ainda na  sede da cidade de Lago da Pedra,  queimando ainda pneus e interditando a passagem de quem precisa passar por aquele lugar(passagem única nos dois sentidos), a movimentação é muito grande por parte dos curiosos e manifestantes,  pessoas que vão simplesmente pelo gosto de querer ver acontecer o histórico manifesto está acontecendo na cidade.

Corrutela
Revoltados com os grande prejuízos por causa da grande calamidade em que se encontra um dos mais importantes trecho da estrada por onde trafega toda produtividade da região, o estado em que se encontra o bairro vila da paz, causando prejuízo aos comerciantes; os mesmos resolveram interditar a principal via de acesso liga sede e zona rural; queimando pneus entre outros;

 ENTENDA O CASO: 

É fogo !!!
Uma empresa ganhou a licitação para realizar o serviço de pavimentação asfáltica entre as cidades Lago da Pedra e Lagoa Grande do Maranhão, só que a empresa começou o serviço, após  o final da zona urbana da cidade, início da zona rural deixando um trecho um pouco mais de um quilômetro sem fazer a pavimentação asfáltica; a justificativa por parte dos representantes da empresa, é que as máquinas não podem passar por aquele local porque tem muitos canos de água e se passar por lá, quebra todos os canos;  Daí fica aquele Jogo de Cintura a empresa joga para o município a responsabilidade de trocar os canos, o município diz que a responsabilidade é da empresa, outros dizem que é de competência do estado.

Engenheiros da empresa
A população quer uma solução; na última semana os representantes da empresa atendendo a solicitação da Câmara Municipal  foram até a câmara dá explicação, mas nada de concreto, nada de seguro, nenhuma garantia passaram para os comerciantes, só chegaram a dize que se a prefeitura comprasse 30 carradas de cascalho, a empresa coloca seu maquinário para fazer um serviço paliativo, que em partes resolveria o caso, pelo menos por enquanto, o que não foi feito. Revoltados com o descaso os comerciantes e moradores do bairro prejudicados, interditaram esta manhã, a principal via de acesso da cidade ao interior, e por tempo indeterminado, ou até que as autoridades competentes se manifestem, no sentido de realizar a obra em questão.


Os carros que vêm do interior ficam do lado de lá, e de quem está na cidade fica do lado de cá, ninguém passa nem para lá, nem para cá; eis a questão.















Representantes da empresa responsável pela obra na MA-247

Foto reais: