Barra de Pesquisa

sexta-feira, 17 de julho de 2015

Patrícia - Jovem estuprada e espancada em Lagoa Grande do Maranhão está precisando de ajuda



Patricia

Patrícia Nunes da Silva de 18 anos, solteira natural de Igarapé grande – MA, residente e domiciliada na rua do campo em Lago da Pedra – MA, foi brutalmente estuprada por quatro individuos, no dia 14 de fevereiro de 2015, sábado, primeiro dia de carnaval, o caso aconteceu no povoado Vila Kénia (Kenedy) no município de Lagoa Grande do Maranhão.

Além de estupro, os quatro criminosos, ainda agrediram a socos e a pontapés e o fizeram a usar drogas em grande quantidade, o que foi comprovado através de exames médicos e laudos periciais.

Patricia no hospital
Com a violência a jovem ficou paraplégica e sem noção do tempo, e hoje vive sob os cuidados de seu pai, 24 horas, seu pai trabalhava em uma pequena horta onde plantava e vendia cheiro verde, o que teve que abandonar pra cuidar da filha, que agora se tornou dependente, e vivem os dois, dependendo de doações do povo de Deus, que sempre fazem esse tipo de caridade.

A jovem depende de leite soya e molico, remédios, fraldas descartáveis e gases, além de comida e mantimentos, pois seu pai não trabalha, ficando  o tempo todo ao lado da filha.

ENTENDA O CASO:

Casa dos avós de Patricia,  onde ela mora no quintal da casa
Patrícia morava com o pai, o senhor Luis Antonio da Silva, em Lago da Pedra e foi passar uns dias na casa de uma amiga no povoado Lagoa do Sindô, de lá, Patrícia conheceu um homem, conhecido pelo pseudônimo de Louro, a qual foi embora com ele no município de Lagoa Grande do Maranhão.

Rua do campo na vila Rocha onde  mora Patricia
Segundo informações da família da jovem, no dia 14 de fevereiro de 2015, primeiro dia de carnaval, seu companheiro “o Louro” reuniu uma turma de quatro amigos e levou sua companheira para um lugar, onde obrigaram ela a consumir uma grande quantidade de drogas, deram bebidas alcoólicas também e ainda a bateram nela, com socos e pontapés, com um auto grau de brutalidade que a jovem ficou desfalecida no chão, abandonada pelo bando.

Uma pessoa que passava pelo local após a pratica criminosa, foi que viu a moça no chão e a conduziu até um hospital.

Patrícia, ficou paraplégica, e hoje mora com seu pai, em um quarto, que fica localizado no fundo do quintal da casa de seus avós, dependendo 24 horas dos cuidados de seus pais.
Sem dinheiro para comprar absolutamente nada, pois até o serviço de uma horta, seu pai teve que deixar para cuidar da filha.

A família está vivendo de doações;

Você também pode ajudar:

A chegada de doações
Qualquer ajuda pode ser levada a rua do campo, por detrás do estádio municipal o Waldizão, bairro Vila Rocha em Lago da Pedra – MA.

A despesa é muito grande  com patrícia: ela depende de leite enlatado soya e molico, e uma lata dá pra poucos dias, fraldas de pano, fraldas descartáveis,  remédios, mantimentos, etc.

Você também pode ir até sua casa e ver de perto a situação em que Patrícia  hoje.

Patrícia tem uma filhinha que mora com a família e também é cuidada por uma vizinha, a filhinha dela é de poucos meses de idade.

Muitas doações já foram feitas; mais você também precisa ajudar; “quem dá à quem precisa, está emprestando a deus”.

Para mais informações, entre em contato com a central do blog.

Telefone/celular: (99) 98131- 2438 - Tim

Whatsapp (99) 99131 4678 - Vivo

e-mail: vilmarferreira2009@hotmail.com