Barra de Pesquisa

quarta-feira, 13 de maio de 2015

Professores e alunos de Vitorino Freire chegam em Lago da Pedra para o velório e sepultamento do corpo do Professor Francisco Paixão



Uma equipe de professores e alunos(a) do C. E. Cleonice Rocha Lima Rodrigues da cidade de Vitorino Freire, onde Francisco lecionava, chegou por volta das 13:20hs em Lago da Pedra, para o velório do companheiro de trabalho em forma de homenagear e prestar solidariedade a família.

Como já mencionamos em outras postagens, Francisco era professor naquela cidade e lecionava na referida unidade de ensino, os colegas de profissão acharam por bem, vir a Lago da Pedra, prestar sua última homenagem a Francisco Paixão.

Buquê de flores foi enviado representando o respeito e a solidariedade que a educação daquela cidade, teve e tem por seus mestres e educadores.

A educação de Vitorino Freire está de luto, pela morte de um de seus professores.

Francisco também era professor da rede pública de ensino de Lago da Pedra e lecionava no Colégio Rei Davi no povoado centro do Agostinho, que fica próximo à sede do município.Lago da Pedra também está de luto e se solidariza com a família.

Francisco também trabalhou no Armazém Souza, uma loja de móveis e eletros do grupo Souza Barros, e ontem dia 12, tanto o empresário  Aroldo Barros como os funcionários da Loja, estavam no velório, e hoje  funcionários da loja se revezam e visitam o amigo, vale lembrar que os professores e alunos de Vitorino Freire só irão embora depois que o corpo de Francisco for sepultado.

A principio, o corpo de Francisco foi velado desde ontem na casa de sua mãe no povoado centro do Agostinho, e já hoje por volta do meio-dia,  o corpo foi levado para sua residência  na rua Duque de Caxias, em Lago da Pedra onde está sendo velado.

 O sepultamento está previsto para hoje(13) as 17:00hs no cemitério Napoleão Dias de Maria.

Relembre o caso:

Francisco sofreu um acidente na manhã de domingo dia 3 de maio, era por volta das 2:00hs da manhã, quando trafegava pela rua coronel Pedro Bogéa, e ao passar por um quebra-molas que fica em frente  ao colégio Marly Sarney, o mesmo se desequilibrou e caiu, batendo forte com a cabeça no chão, segundo informações de quem estava perto, em um velório, Francisco estava sem o capacete na cabeça, o mesmo estava sendo conduzido em um dos braços.

A moto que ele pilotava, uma pop preta, nada quebrou, só ralou um pouco a luva direito do guidom. 

Francisco foi levado para o hospital regional de Presidente Dutra e na manhã desta terça-feira dia 12, não suportando as gravidades dos fatos, veio a óbito.

Francisco tinha aproximadamente 31 anos, era casa e deixa a esposa e uma filhinha de 6 anos em média.