Barra de Pesquisa

quarta-feira, 10 de dezembro de 2014

Quanto vale a sua reputação? Dinheiro ou Dignidade?

De R$ 350,000.00 a R$ 500,000.00  por um vereador da oposição em Lago da Pedra!!! E da situação? Quanto vale?


Há quem diga que em Lago da Pedra, um vereador de oposição ao governo municipal, vale equivalente a uma bagatela entre R$ 350,000.00 a R$ 500,000.00.

O motivo do superfaturamento do produto, deve se a saída de dois édis; Vereador Julyfran Catingueiro e vereadora Vanessa Moraes da base governamental,  o que desfalca severamente o time da prefeita que precisa da maioria para aprovar suas prestações de contas, que a qualquer momento estaria passando pela câmara.

Vanessa teria abandonado o barco junto com seu companheiro de legislatura Julyfram, por não estarem mais se sentindo a vontade na base, pois se sentiram traídos, por saber que a representante do executivo municipal estaria galgando abocanhar um dos vereadores da oposição, para aumentar seus jogadores na hora da partida.

Tudo isso teria acontecido as vésperas da eleição que definiu o Vereador Moisés do Lago  Preto, vereador da oposição como o mais novo presidente da câmara na cidade, coisa essa que a anos, nunca se via acontecer  no município. então presidente do legislativo lagopedrense confiante da sua reeleição convocou uma sessão  para a escolha no novo presidente, só que ela não contava que, esquecendo de reunir os colegas para votarem nela, e comunicar sua decisão de sair candidata a reeleição, dois poderiam ficar insatisfeitos e votando no candidato da oposição, mesmo que por vingança.

Segundo o que falou em entrevista a vereadora Vanessa,  assim, os vereadores da oposição teriam valores altíssimos e eles só porque eram da base da situação não foram se quer comunicados, como se fossem eles obrigado a votarem na candidata do grupo, sem ao menos terem sido informados antes.

Com as saídas de Vanessa e Julyfran do grupo da prefeita de Lago da Pedra,  a oposição se fortalece e amplia a vantagem: 7 vereadores contra apenas 6 da situação.

A prefeita da cidade que sempre administrou o município com o vento a favor, agora corre contra o tempo e os ares agora são outros, pois no dia das prestações de suas contas, precisa de maioria na câmara, caso contrário corre o risco de ter suas contas reprovadas, daí, a cobra vai fumar, pois poderá contar com o velho dilema, de quem com o ferro fere com o mesmo será ferido.

Com isso, o boato corre pela cidade que  os comandados da chefe do executivo municipal, andam tentando trazer para  seu lado, um vereador da oposição  a peso de ouro, Há quem diga que a principio,  os estrategistas da chefia teriam feito uma proposta um tanto quanto tentadora, R$ 350.000.00 para que um conceituado vereador, deixasse seu grupo de apoio e fosse para a situação em adesão a prefeita da cidade. Segundo a rádio peão, o cogitado vereador, teria pedido R$ 500,000.00 para trair o seu líder e seu povo, mais o autor da proposta não pode bater o martelo, sendo que o dinheiro teria que ser em especie  e de uma só vez.

Será se o autor da proposta daria mesmo o dinheiro? ou  seria mais um plano mirabolante para  queimar, na gíria do malandro, o vereador, que é um dos mais respeitados da oposição e com chances de ser um dos  pré-candidatos a prefeito pela oposição em 2016.

Dizem que gato escaldado da água fria tem medo, uma certa vez  um vereador da situação, teria recebido um dinheiro e na hora jogou em cima da mesa e dizendo que tinha sido um dinheiro recebido em forma de sua compra, e agora? Será se o grupo do mesmo vereador, não está querendo mesmo é jogar o nome do conceituado vereador na lama, filmar tudo, gravar e depois jogar na internet, na mídia e deixar o vereador sem prestigio e sem moral.

E os vereadores da situação, quanto receberiam pra ficarem na quietos, porque sem receber nada garantimos que nem um ficaria  satisfeito.

Uma última informação dá conta de que a família do vereador cotado,  estaria disposta a aceitar a proposta e passar de mala e cúia para a situação, e outra informação também diz que  o vereador poderia até aceitar o montante por está insatisfeito com a eleição do vereador Moisés do Lago Preto, á frente do legislativo municipal.