Barra de Pesquisa

quinta-feira, 4 de dezembro de 2014

Policial Militar suspeito de matar cinegrafista em imperatriz se entrega no 3º BPM

Cabo PM Reis assassino de cinegrafistaNo fim da noite desta quarta-feira (3), por volta das 23h50, o soldado da Polícia Militar, Jean Cláudio dos Reis Apinajé, se apresentou no 3° Batalhão de Polícia Militar (3° BPM) de Imperatriz, Batalhão onde é lotado. Soldado Reis é apontado, pela Polícia, como autor do homicídio que vitimou o cinegrafista cinegrafista José de Ribamar Carvalho Filho, no último sábado (29 de novembro).
Soldado da Polícia Militar, Jean Cláudio dos Reis Apinajé
O tenente-coronel Markus Lima revelou que Reis se apresentou acompanhado por um advogado. O PM será apresentado a Assis Ramos, delegado regional de Imperatriz, e depois recambiado para o Quartel do Comando Geral da Polícia Militar do Maranhão, em São Luís, por medida de segurança, pois a comoção social do crime é grande na cidade da Região Tocantina.
Motivação
O crime teria sido motiva por vingança, pois o soldado PM Reis era alvo de investigação de tortura no município. Um sobrinho do cinegrafista Carvalho teria sido preso pelo policial, sendo torturado.
Carvalho levou o caso à Justiça e a próprio corporação da Polícia Militar de Imperatriz. Um inquérito para investigar a denúncia foi aberto e o PM estava sendo investigado pelo crime de tortura.
O soldado Reis também vai ser investigado pela morte de um jovem, identificado como “Foguinho”. O crime teria acontecido minutos antes de executar o cinegrafista.

Fonte: JP