Barra de Pesquisa

quarta-feira, 31 de dezembro de 2014

Amanhã: último capitulo da novela - Justiça suspende processo de cassação da vereadora Wanessa em Lago da Pedra

Juiz não acata pedido de sigilo no processo, solicitado pela impetrante

O juiz titular da 1ª Vara da Comarca de Lago da Pedra, Dr. Alessandro Bandeira Figueiredo, suspendeu nesta terça-feira (30), o processos de cassação contra a vereadora do município de Lago da Pedra, aberta pela Mesa Diretora da Câmara. A vereadora Wanessa foi acusada de ultrapassar o número mínimo de faltas as sessões legislativas da Câmara.

A decisão afasta momentaneamente a possibilidade de cassação da vereadora. O processo contra Wanessa foi estabelecido no dia 24 do corrente, véspera do Natal. Ela alega que sofre perseguição política desde que deixou o grupo governista para unir-se ao grupo da oposição. Lorena Coelho, presidente da Câmara de Lago da Pedra, afirma que a decisão foi tomada por todos os membros da Mesa Diretora e, que seguiu o Regimento Interno da Casa que condena a perda de mandato ao vereador que faltar 1/3º das sessões. Nesse caso, a vereadora teria extrapolado o número mínimo de falta em 2013 e 2014. Sobre as faltas, Wanessa justifica que uma boa parte delas, se deve a um delicado tratamento de saúde que a mesma realizou em Teresina, incluindo uma cirurgia. O magistrado de Lago da Pedra entendeu dessa forma e deu razão a vereadora.

Leia a decisão do Dr. Alessandro Bandeira 

A presidente da Câmara de Lago da Pedra, Lorena Coelho, ainda não informou se a Casa vai recorrer da decisão da Comarca de Lago da Pedra. O certo é que Wanessa Venceslau permanece no cargo, pelo qual foi eleita e, portanto, está apta a votar na eleição da Mesa Diretora, biênio 2014-2015-2016 que será realizada amanhã, dia 1º de janeiro. 

Foto do mural da Câmara.
A eleição da Mesa Diretora está confirmada para amanhã, dia 1º,  às 18h00