Barra de Pesquisa

quinta-feira, 13 de novembro de 2014

SERVIDORES DA JUSTIÇA ENTRAM EM GREVE APARTIR DE HOJE QUINTA-FEIRA

hoje quinta–feira (13) terá inicio, por tempo indeterminado, a Greve Geral dos servidores do Judiciário maranhense. O movimento acontecerá na capital e em todas as Comarcas do Estado. A retomada da Greve Geral da Categoria, suspensa em Agosto passado, foi definida durante Assembléia Geral Extraordinária, realizada no último sábado (8).

O movimento é coordenado pelo Sindicato dos Servidores da Justiça no Estado do Maranhão (SINDJUS/MA). A Greve é um protesto contra o não pagamento pelo Tribunal de Justiça do Estado do Maranhão (TJMA) dos retroativos judiciais da Ação dos 21,7%, ganha pelo Sindjus-MA no Supremo Tribunal Federal em favor de seus associados.

O movimento paredista reivindica também o imediato cumprimento da lei 10156/2014 das perdas inflacionárias de 4.3%, com seus respectivos retroativos, fixação do dia 01º de Janeiro como Data Base para a revisão anual dos vencimentos e demais vantagens da categoria, condições dignas de trabalho na Justiça maranhense, fim do Assédio Moral e a manutenção da igualdade de tratamento para a concessão do auxílio alimentação para servidores e magistrados no Poder Judiciário Estadual.

Durante toda esta quarta-feira, diretores do SINDJUS/MA estarão realizando arrastão nos Juizados Especiais e Fóruns da região metropolitana de São Luís, mobilizando a categoria e explicando aos servidores a pauta de reivindicações do movimento.

Uma equipe está de plantão no SINDJUS para o envio a todas as comarcas do material a ser utilizado durante a paralisação, que tem como mote “CALOTE NÃO! – AUDITORIA JÁ NO TJMA”. A orientação da direção do Sindicato é para que os servidores da capital se concentrem, na parte da manhã, na porta do Tribunal de Justiça e nas portas dos Fóruns nas demais comarcas.

O registro de frequência dos grevistas deverá ser feito por PONTO PARALELO, que está sendo disponibilizado pelo Sindjus-MA pelo site da entidade. Os servidores deverão enviar a relação do ponto paralelo, através do seguinte e-mail: pontoparalelo@sindjus.org.br

AUDITORIA NO TJMA

O Sindjus está disponibilizando um Abaixo Assinado On line com o objetivo de cobrar a realização de uma Auditoria Financeira pelo Conselho Nacional de Justiça – CNJ no Tribunal de Justiça do Maranhão.

Por meio da auditoria, o sindicato pretende apurar a legalidade – ou não – de pagamentos feitos pela administração Cleonice Freire, entre os quais a conversão de licença prêmio em pecúnia para magistrados e desembargadores.

O Sindicato protocolou duas representações junto ao Conselho Nacional de Justiça – CNJ. Essas medidas da atual administração tiveram impacto de vários milhões de reais no orçamento do Judiciário Estadual.

Fonte: Minard