Barra de Pesquisa

quarta-feira, 19 de novembro de 2014

Assaltante é morto em confronto com a policia em Codó



Uma operação conjunta entre policiais Civil e o Serviço de Inteligência do 2º BPM culminou na morte de uma pessoa suspeita de latrocínio, em Codó, interior do Maranhão. O objetivo da ação era cumprir um Mandado de Prisão, expedido pela Comarca de Codó, em desfavor de Francisco de Assis dos Santos, mais conhecido como “Maninho Babilônia”, de 25 anos.

Maninho Babilônia é o principal suspeito de ter assassinado a professora Cristiane Silva Barros, fato ocorrido durante um assalto, na noite do dia 25 de outubro deste ano, na cidade de Codó. Ele ainda tem envolvimento com roubos de motocicletas na região.

O suspeito estava escondido em uma casa localizada na Rua Nossa Senhora das Graças, s/n, na invasão denominada Nova Cidade, bairro Pai Geraldo. Os policiais iniciaram o cerco por volta de 5h, aguardando o horário previsto para cumprimento do mandado que seria às 6h.

No momento em que foi feito o cerco o indivíduo saiu da casa e efetuou três disparos de revólver contra os policiais. Os policiais então revidaram e o indivíduo foi alvejado com um tiro na região torácica, morrendo ainda no local.

Francisco de Assis estava armado com um revólver calibre 38, e no interior da residência os policiais ainda encontraram uma motocicleta Honda Pop com registro de roubo. Maninho Babilônia era considerado de alta periculosidade e também era suspeito de ter praticado homicídios por encomenda.


Fonte: Jornal Pequeno