Barra de Pesquisa

sexta-feira, 29 de agosto de 2014

GERENTE DE LOJA MORRE ENFORCADO EM LAGO DA PEDRA

Alderir Alves da Silva de 36 anos, morreu hoje por volta das 9:00hs da manhã, vitima de enforcamento, na casa onde morava em Lago da Pedra.
Alderir era casado, pai de um casal de filhos, ainda pequenos e morava a um pouco mais de um mês na cidade. Ele trabalhava na loja A Credinorte moveis e era o gerente.

ENTENDA O CASO:

Segundo a versão da esposa, Alderir era cobrador da loja "A Credinorte Móveis" da cidade de São Mateus, onde seu irmão é o gerente, dai o Batista que era o gerente da loja A Credinorte em Lago da Pedra, ia sair, e como a vaga estava em aberto, o seu irmão o gerente de São Mateus, ajeitou com a direção geral da empresa, para que Alderir ficasse como gerente da loja de Lago da Pedra, e foi o que aconteceu, Alderir gerenciava a loja de Lago da Pedra a pouco mais de um mês, inclusive a loja estava realizando uma grande promoção na cidade.
Hoje(29) pela manhã, Alderir, saiu para compra leite, e ao retornar para casa" diga se de passagem, já com a intenção na cabeça, bateu em uma parede(salve engano) e ao chegar em casa, entregou o que vinha trazendo para a esposa que estava na cozinha da casa e voltou na direção da sala, segundo a esposa, ela pensava que o marido tivesse ido pra loja, em visto que a mesma estava em festa.

 Só que alderir deu meia volta e rodeou  a casa e foi para o quintal, ao chegar no alpendre, onde tinha uma rede armada, desatou um lado e com a corda  enrolou-a, no pescoço e se dependurou, morrendo em seguida.

Era por volta das 9:00hs da manhã de hoje quando a tragédia aconteceu, na casa onde morava na rua principal da Vila Raimunda Alves de Melo, a"Vila da graxa" como é conhecido o bairro.

O corpo de Alderir foi levado para ser velado e sepultado  na cidade de Dom Pedro - MA, onde moram os familiares dele e de sua esposa.

Alderir era de Dom Pedro e morava no povoado Vila São Pedro, localidade que fica a poucos km da cidade.

 Local onde encontraram o corpo dependurado

  Local onde encontraram o corpo dependurado

O pedaço da corda que cortaram para tirar o pescoço que estava preso