Barra de Pesquisa

sexta-feira, 27 de junho de 2014

Nada resolvido, a indefinição continua, Edinho Lobão segue sem vice

Edinho Lobão sai da convenção sem definir vice e suplências de senador
A convenção que definiu o nome de Edinho Lobão (PMDB) como candidato do grupo Sarney ao governo do Estado não definiu nem o vice, nem os dos indicados para o posto de suplente de Senador.

A candidatura do senador Edison Lobão Filho ao governo do Maranhão foi homologada na tarde de hoje (27), durante a convenção estadual do PMDB, realizada no Centro de Convenções da Universidade Federal do Maranhão (UFMA).

No evento, também foi oficializada a candidatura do deputado federal Gastão Vieira (PMDB) para a disputa pela vaga única na oligarquia de senador da República. Já os nomes do vice-governador e das duas suplências de senador seguem em mistério, mas devem ser apresentados até dia 31 de junho.

A questão do vice ainda permanece indefinida por conta da falta de consenso dentro do grupo Sarney. Hoje pela manhã, o site do Jornal O Imparcial divulgou informação de que Roseana Sarney já teria participado de reuniões que resolveriam o problema. Porém, matéria divulgada pelo Maranhão da Gente mostrou que quando chegou a convenção, a governadora nem sabia ainda quem seria o vice, pois a situação permanece indefinida.

A suplência de senador também é outra vaga em aberto e tudo vai depender das próximas reuniões que serão feitas com o objetivo de resolver este impasse. Apesar de reunir mais de quinze legendas, a coligação de Edinho Lobão, encontra dificuldades em construir um consenso para a indicação de nomes para composição da chapa majoritária.

No ato, para a alegria dos maranhenses, foram anunciadas as aposentadorias de José Sarney (PMDB), Roseana Sarney (PMDB), Nice Lobão (PMDB) e do senador Epitácio Cafeteira (PTB). João Alberto Souza (PMDB) também afirmou que não concorrerá a nada depois de 2018, quando termina seu atual mandato de senador.

ESQUECIMENTO

Durante os discursos proferidos na convenção, não houve sequer um momento onde foi feita qualquer referência a Luis Fernando Silva, ex-secretario Estadual de Infraestrutura e que durante quase três anos ostentou a condição de pré-candidato do grupo Sarney.

SARNEY LONGE

Quem manteve distância de Edinho, talvez por orientação dos marqueteiros, foi o desgastado José Sarney.

Político mais odiado no país e em fim de carreira, o senador rejeitado, que passou o maior vexame esta semana ao ser vaiado cinco vezes ao lado da presidenta Dilma no Amapá, não teve papel de destaque na convenção lobista. Até os próprios aliados têm ojeriza de Sarney.

CONSTRANGIMENTO

Causou também certo constrangimento para a governadora Roseana Sarney o discurso de Edinho Lobão, no momento em que afirmou que, caso seja eleito, seu governo vai fazer o Maranhão progredir e mudar a atual imagem do Estado, hoje bastante desgastada pelo fracasso dos quatro mandatos da filha do senador José Sarney.

Roseana e outros governos da oligarquia, em quase cinco décadas no poder, são responsáveis por levar o MA ao atraso, pobreza, miséria e às últimas colocações nos indicadores sociais.

Fonte:
blog Marrapá e blog do Garrone