Barra de Pesquisa

quinta-feira, 21 de setembro de 2017

TÓTA, Candidato A Presidente Do Sindicato Dos Trabalhadores De Lago Da Pedra Fala ao blog

TÓTA - Candidato da chapa 2
A campanha para a eleição do sindicato dos trabalhadores e trabalhadoras rurais de Lago da Pedra - MA, para a escolha do novo presidente, já começou, e o blog do Vilmar Ferreira, já ouviu o primeiro  candidato, "O TÓTA".

Em suas palavras, dá pra perceber que a campanha será bastante apimentada. TÓTA já foi presidente da entidade, e após eleger seu sucessor e irmão, por dois mandatos, e ajudar a eleger  o sucessor de seu irmão, agora encabeça a chapa de  número 2, e por ter sido um bom presidente e sempre está do lado dos trabalhadores, começa levando uma grande vantagem, tendo o apoio dos trabalhadores e trabalhadoras rurais, tanto da cidade, quanto os da zona rural.

Tóta também tem uma grande vantagem a frente do candidato da chapa 1, pois tem o apoio de delegados dos maiores centros eleitorais do município.

Vejamos agora o vídeo e o que falou  TÓTA.


segunda-feira, 18 de setembro de 2017

Maranhense natural de Lago do Junco é executado com 8 tiros em Brasília – DF.



Leonardo - A vítima

O jovem Leonardo Vieira, de 23 anos,  natural de Lago do Junco (MA), foi executado com 8 tiros no último sábado(16), em Brasília (DF).

Era por volta das 15:40hs de sábado, quando Leonardo foi assassinado no Setor Norte de Ceilândia. Segundo informações da Polícia Militar do Distrito Federal, dois homens chegaram em um carro no local, e um dos ocupantes desceu e fez os disparo contra o jovem. Os acusados pelo crime fugiram, e Leonardo morreu na hora, e no local.

A família de Leonardo mora na cidade de Lago do Junco - MA; Uns na Rua 27 de Dezembro, e outros na Rua do Açude. São pessoas com baixo poder aquisitivo, humildes. Para o translado do corpo de Brasília para Lago do Junco, foi preciso fazer, a tradicional vaquinha; Graças a Deus, o povo maranhense também é caritativo e bondoso, e nessa hora sempre faz a diferença.

Pelas informações repassadas ao nosso blog, o corpo da vítima já saiu de Brasília, e a previsão é de que até  o final da tarde desta terça-feira(19),  chegará a cidade de Lago do Junco - MA, onde será velado e sepultado.

Com informações do blog do Carlinhos

sábado, 16 de setembro de 2017

Morre aos 65 anos o jornalista Marcelo Rezende


Marcelo Resende

O apresentador do “Cidade Alerta” estava internado em um hospital da Zona Sul de São Paulo

O jornalista Marcelo Rezende morreu, neste sábado (16/9), aos 65 anos. O autor do bordão “Corta para Mim” lutava contra câncer no fígado e no pâncreas. Desde a última terça-feira (12), ele estava internado no hospital Moriah, na Zona Sul de São Paulo.

Marcelo Rezende construiu carreira na televisão em programas policiais. Antes de morrer, o jornalista comandava o “Cidade Alerta”, da rede Record. A atração mostrava crimes e ações das forças de segurança.

O apresentador, que deixa cinco filhos, também passou pela Globo, onde comandou o “Linha Direta”. Na RedeTV! esteve à frente do telejornal “RedeTV! News”.

Luciana, a namorada de Marcelo, também postou uma mensagem na madrugada desta sexta-feira (15/9)

Luta pela vida:

Marcelo Resende
Em maio deste ano, Rezende revelou a descoberta do câncer durante entrevista para o “Domingo Espetacular”. Apesar do diagnóstico, o jornalista, com mais de 30 anos de carreira, dizia estar muito otimista em relação à cura.

Em decisão polêmica, o apresentador decidiu abandonar a quimioterapia e seguir tratamentos alternativos para combater o avanço da doença.

“Uma das coisas que me deixaram triste foi quando eu desisti da medicina tradicional e algumas pessoas, ainda bem que foram poucas, me chamaram de covarde. Mas como posso ser covarde se cada passo que eu dou é orientado pelo meu Pai. Portando, eu quero dizer uma coisa: foi a melhor decisão que eu tomei”, escreveu o jornalista.

Fonte: Blog do Gilberto Lima

quarta-feira, 13 de setembro de 2017

Brasileiro de Olho D"Água das Cunhãs-MA, preso na Tailândia pode pegar de 20 anos a prisão perpétua

O maranhense preso na Tailândia
Um maranhense, identificado como Paulo Henrique Pires do Nascimento, de 27 anos, foi preso na Tailândia por tráfico de drogas. Paulo Henrique entrou no país com 1,3 kg de cocaína no estômago. A droga estava embrulhada em cem pacotes e foi avaliada em R$ 604 mil. A prisão do maranhense ocorreu na última quarta-feira (6), mas só foi divulgada na imprensa brasileira nesta semana.

Droga detectada pelo RAIO-X
Após exame de raios X, a polícia identificou os pacotes com a droga dentro do estômago de Paulo Henrique. Interrogado pelas autoridades tailandesas, o maranhense admitiu a acusação e confessou que devia entregar a droga no dia seguinte a um contato em um hotel da capital. De posse dessa informação, a polícia prendeu outro brasileiro, identificado como Elsonias Coleta da Silva, de 35 anos. Ele foi acusado de ser cúmplice do crime, mas nega as informações.


Cápsulas da droga
Maranhense dizia a família que estava no garimpo

A família de Paulo Henrique, que mora no município de Olho D’Água das Cunhãs, foi pega de surpresa após a prisão dele na Tailândia. A mãe do maranhense, Isoletes Pires do Nascimento, afirmou que Paulo Henrique saiu de casa em março dizendo que ia trabalhar com garimpo.

Paulo Henrique entre  os policiais
“Ele disse que ia trabalhar no garimpo, no Suriname. De lá ele passou pela Guiana Francesa e a última notícia que tive dele foi quando ele me disse que estava no Suriname. E só dizia pra mim que estava lá. Mas eu não sei se ele foi em outro lugar antes, e só fiquei sabendo ontem que ele tinha vindo de São Paulo”, explicou a mãe do maranhense em entrevista à TV Mirante.
Paulo Henrique dizia à mãe que estava no garimpo mas postava fotos em hotéis

O maranhense Paulo Henrique
“Pegou a gente de surpresa, eu não sabia que ele estava participando desse tipo de coisa e só ontem caiu a ficha total, depois que a gente viu ele em todas as redes sociais do Maranhão. E eu não sabia. O filho mais querido que eu tinha e hoje eu estou perdendo o meu filho”, disse.

Segundo Isoletes do Nascimento, a família chegou a desconfiar da localização de Paulo Henrique, após ele postar fotos em hotéis. “A pessoa que está num garimpo não podia postar umas fotos bonitas daquelas”, afirmou a mãe do preso. Dona Isoletes ainda disse que pediu para o filho contar o que realmente estava acontecendo, e que retornasse ao Maranhão.

Prisão perpétua

De acordo com a legislação local, a pena por tráfico de cocaína na quantidade que o maranhense carregava é de 20 anos a prisão perpétua.

Fonte: G1/MA

Maranhense é preso na Tailândia com cerca de 100 cápsulas de cocaína no estomago

O acusado
O maranhense Paulo Henrique Pires do Nascimento, de 27 anos, foi preso, ontem, ao desembarcar no aeroporto de Bangkoc, capital da Tailândia, com cerca de 100 capsulas de cocaína no estômago, totalizando 1,3 kg da substância entorpecente. O país asiático é conhecido por sua leis rígidas contra o tráfico de drogas, que preveem, inclusive, pena de morte a réus condenados por esse crime.

Os aucusados
Paulo Henrique partiu de São Paulo rumo a Bangkoc em um voo com escala na Etiópia. Ele foi preso logo ao desembarcar, após ser submetido a um exame de raio-x, que detectou a droga em seu estômago.

Investigações preliminares dão conta de que ele foi contratado como mula (indivíduo que transporta droga em troca de compensação financeira) e entregaria a cocaína a outro brasileiro, em um hotel da capital tailandesa.
a, avaliada em cerca de 6,5 milhões de bats (R$ 605,5 mil).

Pena de morte

A droga 
Tal como acontece na maior parte do continente asiático, o sistema de justiça criminal da Tailândia trata duramente os infratores da legislação antidrogas. A produção e comercialização de drogas da Categoria 1, que também incluem a heroína, o MDMA – o principal componente químico dos comprimidos de ecstasy – e o LSD, são puníveis com a morte ou a prisão perpétua.


Fonte: O Estado do Maranhão

sábado, 9 de setembro de 2017

Gasolina e Diesel terão novo aumento a partir deste sábado(09), só nesta semana este é o segundo reajuste

Neste sábado(09), os preços de venda da gasolina e diesel às distribuidoras passarão, novamente, por um reajuste. Desta vez, de 2,6% e 1,5%, respectivamente. 

O anúncio do novo aumento foi feito hoje, 8, pela Petrobras. De acordo com a política de preços adotada pela empresa no final de junho, que passou a vigorar no dia 3 de julho, reajustes podem ser aplicados a qualquer momento, até diariamente, desde que a variação acumulada no mês por produto esteja dentro da faixa de +7% ou -7%.

Segundo informou a assessoria de imprensa da Petrobras, quando se atinge no mês mais de 7% ou menos de 7% de reajuste, o Grupo Executivo de Mercado e Preços da companhia se reúne e analisa se vai haver alguma correção.

No ajuste anterior, que passou a vigorar na quinta, 7, o aumento para o diesel foi 0,7%, enquanto para a gasolina houve redução de 3,8%.

Segundo a companhia, a revisão da política aprovada em junho “permitirá maior aderência dos preços do mercado doméstico ao mercado internacional no curto prazo e possibilitará a companhia competir de maneira mais ágil e eficiente”.


Fonte: santainesmaemfoco